quinta-feira, 8 de julho de 2010

A pequenez



Tenho pena dos que, tendo tanto, não conhecem

nada. Dos que, temendo o frio, não sentem o

vento!

Dos que já sabem tudo,

dos que não erram, e não se sentam no chão!

Lamento pelos que nunca perderam, pelos nunca

sofreram, pelos que nunca sujaram as mãos!

E Ai de quem nunca chorou! De quem nunca se

 arrependeu, de quem nunca precisou de

 um abraço.

2 comentários:

Diz-me o que pensas...